Mais alguns frutos do Meta Mirim


Enquanto isso na sala da liga da justiça ambiental… A oficina de metarreciclagem continua a todo vapor no Centro Comunitário São Sebastião, no bairro Águas Lindas, cidade de Ananindeua. Os participantes, todos os sábados, discutem e decidem o que desconstruir para gerar algo novo.
Só para lembrar, o Projeto Meta Mirim, que acontece no Centro comunitário, é um projeto composto de oficinas de Inclusão Digital, Educação Ambiental, Manutenção de Computadores, Pintura, Artesanato, Bijuterias, englobando um projeto de metarreciclagem, utilizando como sistema operacional, nos micros que são recuperados para o uso, o GNU/Linux Boto Mirim, daí no nome do projeto Meta Mirim.

Hoje, teve relógio feito com restos de fonte ATX, disco rígido e teclas; bloco de notas feito com disco rígido; porta objetos pequenos feito com processadores K6; diversos chaveiros feitos com placas de circuito integrado e memórias de computador; brincos; porta rascunhos de papel; pulseiras e cordões feitos com fios de fonte ATX; e ainda há muita coisa pra se terminar no próximo encontro, já marcado para a próxima sexta (01/07/2011) às 18h, pois durante o mês de férias escolares o projeto continuará nas sextas ou quintas, conforme agendamento prévio, estão todos convidados.

Aproveitando, a comunidade mandou avisar que já estão aceitando encomenda!

Abaixo algumas imagens, desde a oficina de pintura até as de hoje, com construção de objetos variados.

Em breve inciaremos, dentro do projeto Meta Mirim, a oficina de Informática Educativa utilizando software livre e um minicurso de GNU/Linux.

Até a próxima galera!

Texto: Guto Ribeiro.

Oficina de MetaRec


:: Parceria NTE Ananin e Boto Mirim

Realizou-se neste sábado (14/05) uma oficina de MetaRec para dar andamento na formação do projeto MetaMirim, aos participantes do Centro Comunitário São Sebastião – CCSS, no espaço do NTE Ananin (Núcleo de Tecnologia Educacional) que possuíra uma demanda de computadores com problemas recolhidos de escolas públicas.

Na prática juntamos “a fome com a vontade comer”, mão-de-obra para oficina de manutenção e computadores parados. Segundo o Professor Antônio Cunha,  Coordenador do Núcleo “Esta ação é importante para aproximar o NTE da comunidade,  gerando parcerias como a do Mirim para fazer o elo entre o campo profissional e educacional”

Além da oficina, as máquinas que foram testadas e funcionaram realizamos a instalação do S.O Boto Mirim.

Estão previstas outras ações desta parceira, para aliar teoria e prática na formação de pessoas que saibam realizar reparos em computadores, gerando economia de recursos e/ou geração de renda para a comunidade.

Dê uma olhada nos cliques da formação…

————————–

Texto: Dinei Souza

Fotos: Livres

Mirim nas ondas da FM…


:: Entrevista na Cultura FM

Na próxima terça, dia 03 de maio, os Mirins estarão participando ao vivo do programa Conexão Cultura, na Rádio Cultura FM 93,7 Mhz. Na ocasião, os Mirins Guto, Murilo e Valdenei estarão concedendo entrevista falando um pouco sobre o Boto Mirim e sobre o projeto Meta Mirim.
Não Percam!
O programa vai ao ar às 8h, com apresentação de Arthur Nogueira.
Quem quiser ouvir via web é só acessar o endereço:

http://www.portalcultura.com.br/paginas/mult_rd_aovivo.php

Nos encontramos na terça, até lá!

Texto: Guto Ribeiro

Edição: Dinei Souza

Imagem: Proavirtualg5

Desconstruindo…colocando a mão na massa


Desde o dia 05 de março, iniciou-se a oficina de montagem e manutenção de micro, dentro do projeto Meta Mirim, no Centro Comunitário São Sebastião, no bairro das Águas Lindas, cidade de Ananindeua-Pa.

Para quem ainda não sabe, o Meta Mirim é um projeto de formação de multiplicadores para aplicarem, de forma independente, na comunidade onde moram a metarreciclagem, utilizando o GNU/Linux Boto Mirim. O projeto começou a ser executado no mês de fevereiro com oficinas de meio ambiente, blogs e inclusão digital. Durante os meses de março e abril será executada a oficina de montagem e manutenção de micros.

Colocando a mão na massa...aprendendo desconstruindo.

O projeto ainda terá oficinas de artes plásticas, informática aplicada à educação, eletrônica básica, entre outras.

Os participantes estão muito empolgados com os conhecimentos adquiridos. A turma tem pessoas de várias idades, pessoas com conhecimento de informática e pessoas sem muito conhecimento, mas todos já estão compartilhando suas experiências para desconstruir e construir algo novo.

Hoje conseguimos recuperar três computadores e instalamos o Boto Mirim neles. O processo de instalação foi todo realizado pelos participantes, desde a etapa de gr

Colocando a mão na massa...

avar a imagem de instalação no pendrive, configuração da bios para “bootar” pela usb, particionamento com direito a partição “/” e “/home” e tudo mais. Após a instalação, testamos alguns aplicativos que já vem na distro, como por exemplo, o Gcompris. Alguns participantes já disseram que no próximo encontro vão trazer pendrives para poderem instalar em seus computadores em casa.

Os participantes foram convidados pelo Núcleo de Tecnologia Educacional de Ananindeua (SEDUC) para poderem participar de um grande encontro para realizar a recuperação de 20 computadores, compartilhando suas experiências com os professores multiplicadores do NTE. O encontro será agendado ainda para o mês de abril, os participantes adoraram a ideia e estão ansiosos.

Texto: Guto Ribeiro

A primeira formação a gente nunca esquece…


:: Meta Mirim ::

No último dia 19/02/2011 – sábado, pela manhã, foi iniciada a formação do Centro Comunitário São Sebastião em Ananindeua, bairro das Águas Lindas. Na ocasião, foi ministrada uma palestra sobre educação ambiental, mais especificamente sobre metarreciclagem.

O Meta Mirim é um projeto que envolve Inclusão Digital, Educação (Informática Educativa) e Meio Ambiente (Metarreciclagem). No projeto será usada a customização Boto Mirim, daí o nome do projeto ser Meta (de metarreciclagem) Mirim (de Boto Mirim).

O projeto contará com oficinas, palestras e minicursos variados, todos voltados para gerar multiplicadores na comunidade, a fim de que eles consigam captar e recuperar equipamentos de informática para o uso no centro comunitário. Além da recuperação, poderão também atuar de forma a incluir digitalmente os membros da comunidade.

Dentre as atividades que ainda serão ministradas estão:

– Minicurso de montagem e manutenção de micro;

– Oficina de artes plásticas;

– Oficina de Mediação do processo de ensino aprendizagem por computador

– Oficina de operacionalização de GNU/Linux;

– Oficina de Blog, etc.

Texto livre – Autor: Guto Ribeiro