Quando Preservar e Quando Conservar ?


Dentro do contexto ambiental temos um pequeno embate quando o assunto é preservação e conservação do meio ambiente, não só por parte do meio acadêmico como por parte dos jornalistas, políticos e ambientalistas no geral.

Tudo isso porque é comum  confundirmos estas duas palavras, empregando-as com o mesmo sentido, quando na verdade elas expressam ideias diferentes, por isso muita atenção quando você diz que vai preservar o igarapé, olho d’água ou bosquinho da sua comunidade ou do bairro onde você vive, pois na verdade pode não ser essa a sua ideia.

A preservação visa fazer com que algo permaneça intacto e sem desgaste. Quando usamos este termo esperamos que algo tenha proteção integral e intocável é como se colocássemos algo dentro de uma redoma de vidro e a fechasse para admiração e observação. Na maioria dos casos a preservação se faz necessária quando há risco de perda de biodiversidade, seja de uma espécie, um ecossistema.

Já a conservação significa proteção dos recursos naturais, com a utilização racional, garantindo sua sustentabilidade e existência para as futuras gerações, podendo utilizar com prudência e sabedoria, e cuidando para que todos venham a desfrutar destes recursos .

Preservando ou conservado não podemos esquecer que nós somos também natureza.

 

 

 

 

 

 

Texto: Murilo Santos

Imagem: Uma parceria minha e de um amigo meu chamado Rosinaldo Pinheiro.

Para quem quiser conhecer mais trabalhos dele, é só visitar o link abaixo:

http://aturmadoacai.blogspot.com/