Mais alguns frutos do Meta Mirim


Enquanto isso na sala da liga da justiça ambiental… A oficina de metarreciclagem continua a todo vapor no Centro Comunitário São Sebastião, no bairro Águas Lindas, cidade de Ananindeua. Os participantes, todos os sábados, discutem e decidem o que desconstruir para gerar algo novo.
Só para lembrar, o Projeto Meta Mirim, que acontece no Centro comunitário, é um projeto composto de oficinas de Inclusão Digital, Educação Ambiental, Manutenção de Computadores, Pintura, Artesanato, Bijuterias, englobando um projeto de metarreciclagem, utilizando como sistema operacional, nos micros que são recuperados para o uso, o GNU/Linux Boto Mirim, daí no nome do projeto Meta Mirim.

Hoje, teve relógio feito com restos de fonte ATX, disco rígido e teclas; bloco de notas feito com disco rígido; porta objetos pequenos feito com processadores K6; diversos chaveiros feitos com placas de circuito integrado e memórias de computador; brincos; porta rascunhos de papel; pulseiras e cordões feitos com fios de fonte ATX; e ainda há muita coisa pra se terminar no próximo encontro, já marcado para a próxima sexta (01/07/2011) às 18h, pois durante o mês de férias escolares o projeto continuará nas sextas ou quintas, conforme agendamento prévio, estão todos convidados.

Aproveitando, a comunidade mandou avisar que já estão aceitando encomenda!

Abaixo algumas imagens, desde a oficina de pintura até as de hoje, com construção de objetos variados.

Em breve inciaremos, dentro do projeto Meta Mirim, a oficina de Informática Educativa utilizando software livre e um minicurso de GNU/Linux.

Até a próxima galera!

Texto: Guto Ribeiro.

Anúncios

Mirim na Semana de Meio Ambiente 2011


No último dia 03/06/2011, os Mirins estiveram ministrando palestra e oficina de metarreciclagem. O evento estava sendo organizado pela Coordenação de Educação Ambiental da SEDUC-Pa, dentro da programação da Semana Estadual de Meio Ambiente.

O oficina aconteceu na Faci (Faculdade Ideal), com a participação de alunos e professores de escolas da rede estadual de ensino.

Foram exibidos alguns dos produtos do Projeto Meta Mirim, desenvolvido no Centro Comunitário São Sebastião, em Ananindeua e, em seguida, os participantes colocaram a mão na massa, produzindo alguns itens de bijuteria e decoração.

Alunos e professores relataram ter gostado muito do tema e manifestaram interesse em implementar esse tipo de projeto em suas escolas.

O Sistema Operacional GNU/Linux Boto Mirim foi divulgado amplamente no evento, inclusive, para nossa surpresa, já haviam pessoas que já o estavam utilizando, segundo relatos.

Vejam algumas imagens do evento:

 

Texto: Guto Ribeiro

Já fez a sua feira? O Boto Mirim já!


Sacola retornável

Lembro-me de minha infância no bairro do Guamá, periferia de Belém, quando ia à feira fazer compras com minha vó, com duas ou três sacolas feitas de saca de farinha ou açúcar. Essas sacolas eram feitas artesanalmente, mas também poderiam ser compradas na própria feira. Isso era década de 80, nem faz tanto tempo assim. Então, meio que não percebi direito e depois de alguns anos, já na minha adolescência, as sacolas retornáveis sumiram. As pessoas ditas modernas muitas vezes trocaram a feira por grandes redes de supermercados e aquelas sacolas retornáveis foram substituídas por outras mais bonitas e modernas, as sacolas plásticas.

Você sabia que as sacolas descartáveis levam um segundo para serem produzidas, são utilizadas em média 20 minutos e ficam 500 anos destruindo o planeta? A maioria delas acaba nas margens dos rios, em algum lixão ou aterro sanitário, poluindo o meio ambiente, como no nosso caso, aqui da região metropolitana de Belém, o aterro sanitário do Aurá, que segundo dizem, já está no fim da vida.
Por que não voltamos aos velhos tempos e começamos a utilizar sacolas retornáveis? Por que não nos tornamos modernos, mas sem destruir o nosso planeta?
Conhecidas também como ecobags, já existem algumas grandes redes de supermercados que vendem as sacolas retornáveis e de diversos modelos agradando a todos os estilos. As sacolas retornáveis podem substituir as de plástico na hora das compras, contribuindo, assim, com o nosso planeta!
Seja como brinde de empresas, aniversário ou para uso pessoal, os usuários da ecobag contribuem diretamente para a diminuição do impacto ambiental.

:: Vamos conhecer um exemplo recente ::

Em Belo Horizonte, após a aprovação da Lei Municipal 9.529/2008 e o seu devido cumprimento, proibindo o uso das sacolas plásticas, das 8h do dia 18/04/2011 até às 12h do dia 19/04/2011, ou seja, um dia e meio sem sacolas plásticas, cerca de 450 mil sacolas plásticas deixaram de ser usadas.

O que isso significa?

Isso corresponde a duas toneladas de plástico em cerca de 24 horas.
Para se ter uma ideia da importância das novas regras, projeta-se que ao final de um mês de aplicação da lei – até 18 de maio – cerca de 60 toneladas de matéria plástica deixarão de ser despejadas no meio ambiente.

Uma outra forma de comparação seria atarmos uma sacola à outra. Por dia, as 450 mil sacolinhas se transformariam em 130 km, distância equivalente àquela entre Belo Horizonte e Divinópolis.

Logo, em 30 dias de restrição, essa quilometragem saltaria para 3.900 km, uma viagem que atravessaria o Brasil, de Porto Alegre (RS) até Belém (PA).

Com essas comparações talvez fique mais fácil percebermos o impacto. Porém, enganam-se aqueles que pensam que os impactos são apenas para um futuro distante, basta lembrar das inúmeras enchentes em pequenas, médias e grandes cidades do nosso Brasil.

Benefícios do uso da sacola retornável:
• Você se torna um consumidor do Século XXI, ou seja, um consumidor moderno com responsabilidade ambiental;
• Você economiza recursos naturais e energia, que são utilizados para a fabricação de bilhões de sacolas plásticas todos os anos;
• Ajuda na diminuição de gases que causam o aumento das temperaturas e provocam o derretimento de geleiras e as mudanças climáticas.

Bom mesmo seria que nem fosse preciso ter uma lei proibindo o uso de sacolas plásticas, mas enquanto só nos tornamos modernos para o consumismo descontrolado, uma leia assim seria bem vinda também por aqui.

E aí quando vão fazer a próxima feira? Não esqueça sua sacola retornável!

Texto (com transcrições e adaptações das fontes): Guto Ribeiro

Fontes:

http://www.revistamundoeco.com.br
– http://www.portalamis.org.br/
– http://www.umtoquedemotivacao.com/
– http://www.funverde.org.br

Mirim nas ondas da FM…


:: Entrevista na Cultura FM

Na próxima terça, dia 03 de maio, os Mirins estarão participando ao vivo do programa Conexão Cultura, na Rádio Cultura FM 93,7 Mhz. Na ocasião, os Mirins Guto, Murilo e Valdenei estarão concedendo entrevista falando um pouco sobre o Boto Mirim e sobre o projeto Meta Mirim.
Não Percam!
O programa vai ao ar às 8h, com apresentação de Arthur Nogueira.
Quem quiser ouvir via web é só acessar o endereço:

http://www.portalcultura.com.br/paginas/mult_rd_aovivo.php

Nos encontramos na terça, até lá!

Texto: Guto Ribeiro

Edição: Dinei Souza

Imagem: Proavirtualg5

Uma alternativa livre ao Skype…


Existe uma alternativa VoIP ao Skype, é o Ekiga.  Ekiga é uma aplicação livre de Voz sobre IP, Telefonia IP e de Vídeo Conferência para Linux e outros Unixes (ex. BSD, OpenSolares ou MacOSX). Essa aplicação foi escrita por Damien Sandras e está licenciada nos termos da GNU/GPL.

O principal atrativo do Ekiga é que ele pode ser usado em conjunto com serviços de VoIP baseados no protocolo SIP (Protocolo de Iniciação de Sessão – Session Initiation Protocol – SIP) e até mesmo ser integrado a servidores Asterisk, para o desenvolvimento de soluções próprias, uma realidade possível para pessoas que estão conectados através da mesma rede, como é o caso dos órgãos e instituições públicas ou não que utilizam a rede NavegaPará, um projeto de inclusão digital aqui do estado do Pará.

Os endereços SIP funcionam de forma muito similar aos endereços de e-mail, ou seja, “sip:fulano@ekiga.net” ou “sip:ciclano@vono.net.br”. Desde que exista conectividade entre os serviços (ou seja, que os provedores suportem peering), é possível fazer ligações para usuários de outros domínios, da mesma maneira que você pode enviar um e-mail a partir do Gmail para um usuário com conta no Yahoo, por exemplo.

É justamente devido a essa integração que o SIP é apontado como o “futuro da telefonia”. Os endereços SIP podem passar a ser substitutos para os números de telefone, permitindo que você ligue para pessoas de qualquer lugar do mundo a custos mais baixos ou mesmo sem custo nenhum.

O uso do ekiga é similar ao Skype, portanto as pessoas que já utilizam o skype, não terão dificuldade em utilizar o ekiga. Para ter uma conta você tem de criar uma no Ekiga.net.

Para instalar o ekiga é bem simples. Vamos lá!!!

1º – Pressione no teclado “ALT+F2” para abrir o “Executar”;

2º – Digite o nome do seu console, no caso do Mirim, digite lxterminal e em seguida tecle “enter”. Obs.: gnome-terminal para Ubuntu e konsole para o Kubuntu;

3º – Após abrir o terminal, digite o seguinte comando: sudo apt-get install ekiga e tecle enter;

Como podem observar, no meu caso foi necessário realizar o download de um pouco mais do que 22MB.

4º – Pronto, agora o ekiga já está instalado em seu sistema. Para saber mais sobre sua utilização, basta acessar o menu ajuda do mesmo.

Observação importante: aos que utilizam o Skype, o mesmo não permite comunicação com outros clientes VoIp, pois o Skype utiliza um protocolo próprio e fechado. Só lembrando o Skype não é software livre, o Ekiga é!!!

Fontes e referências para se aprofundar ainda mais no assunto:

– http://pt.wikipedia.org/wiki/SIP

http://www.hardware.com.br/dicas/voip-ekiga.html

– http://www.asterisk.org/

Texto: Guto Ribeiro – sip:gutoribeiro@ekiga.net